A mãe de todas as diabas.Diana Vreeland


Estou a algum tempo sem criar um post,então resolvi falar um pouco de Diana Vreeland, com certeza a mais importante editora de moda da história, simplesmente porque ela inventou esta profissão.
Reza a lenda, que Carmen Snow a viu dançando no Roof de NY com seu marido, o banqueiro Thomas Vreeland, com um vestido Chanel e teve a intuição que aquela mulher de sociedade, cheia de estilo, poderia ser uma ótima colaboradora para a Bazaar.
snow.jpg
Carmen Snow e Diana Vreeland discutindo layouts da HB (Walters Sanders/Time&Life)
E estava 1000% certa. Em 1936 ela começou a escrever a coluna Why Don’t You…? (Por que você não…?) onde ela dava dicas absurdas como: Porque você não lava seus cabelos claros do seu filho com o campanhe que sobrou de ontem a noite¿ Ou Porque você não usa 3 diamantes presos no cabelo como a Duquesa de Windsor?

why.jpg
1934: primeira coluna Why don’t you…? de Diana Vreeland
Em 1939 se tornou a primeira editora de moda do mundo. Seu estilo extravagante foi sua marca até o fim da vida. Costumava afirmar: “Sei o que elas vão usar, antes de elas usarem. O que vão comer, antes de comerem. E até mesmo para onde vão, antes mesmo de o lugar existir.”
estilo_vreeland10.jpg
Diana Vreeland em ação num editorial de 1941
Como toda editora de moda (do passado?) ela não era fácil: uma de suas manias era de que suas assistentes mais próximas usassem bijuterias barulhentas e enormes, com guizos, para que ela sempre soubesse quando estavam por perto. Odiava reuniões pois achava que elas eram inúteis. Dava ordens por meio de telefones e memorandos ditados às assistentes. A revista Visonaire 37 publicou uma edição especial com 150 memorandos, da época que foi editora-chefe da Vogue.
visionaire.jpg
Aliás, se na Bazaar ela teve seu talento reconhecido, por onde ficou por 25 anos, foi na Vogue que ela se transformou num ícone fashion. Tudo começou em 1962, quando o empresário Sam Newhouse comprou a editora Condé Nast e deu a Vogue de presente para a mulher, que exigiu a contratação de Diana para o cargo de diretora.
diana_vreeland_06.jpg
Ganhava um salário altíssimo, tinha um motorista para busca-la todos os dias e um crédito ilimitado para comprar as roupas que quisesse. Era realmente era uma mulher de estilo. Feia que só ela –dizem que passou mal bocados na infância e adolescência porque sua mãe e irmã judiavam dela por causa da feiúra – resolveu seu complexo quando casou com Thomas, o homem mais lindo que ela conhecera, segundo suas próprias palavras.
O que se espera da figura de uma editora de moda? Antes de mais nada, estilo. Ela criou um só dela. Cabelo preto sempre no mesmo corte, preso atrás das orelhas, batons e esmaltes vermelhíssimos, da mesma cor de seu apartamento e escritório na Vogue, e sempre impecavelmente vestida.
diana-vreeland.jpg
Vermelho era a cor-paixão de Vreeland no seu ape decorado por Billy Baldwin

Segundo, que tenha um faro para o novo e Diana possuía um dom para descobrir talentos e foi responsável pelo sucesso de muitas modelos e dezenas de fotógrafos e estilistas. Twiggy, Marisa Berenson, Verushka e Lauren Hutton foram algumas de suas modelos imortalizadas em seus editoriais. Sabia reconhecer beleza de mulheres consideradas “esquisitas” como Barbra Streisand e Anjelica Huston. Seu círculo de amizade era composto de pessoas como Rudolf Nureyev, Coco Chanel, Jackie Kennedy, Andy Warhol.
woman-hand-in-front-of.jpg
D.V. em click de Andy Warhol

Antes de Diabo Veste Prada, Vreeland (dizem) foi a inspiração de uma editora de moda exigente e perfeccionista no filme francês dos anos 60, “Qui êtes-vous Polly Magoo?”. O filme é de Willian Klein, fotógrafo contratado pela Vogue na época.
Vreeland soube tirar partido de seu networking. Em 1971 sua saída da Vogue foi humilhante. Todo mundo já sabia e comentavam por suas costas. O motivo foi que ela estourava o orçamento da revista, já que tinha equipes fotografando pelo mundo todo.
estilo_vreeland5.jpg
Caricatura de D.V. por David Levine
Ela deu a volta por cima no ano seguinte, graças a sua amizade com Jackie O., tornou-se consultora especial do Instituto de Vestuário do Metropolitan Museus de Nova York. De1972 até 1989, criou memoráveis exposições como a “The World of Balenciaga” (1973), “Hollywood Design” (1974), “The Glory of Russian Costume” (1976), e “Vanity Fair” (1977).
Em 1989, chegou ao fim da vida de maneira trágica. Pobre e cega na cama, recebia a visita diária do amigo André Leon Talley (editor-adjunto da Vogue América), que lia e lhe contava as novidades da cidade. Sobre a cegueira, corre a lenda de que teria comentado, sarcasticamente: “Meus olhos se cansaram de ver coisas bonitas.”
Em 1994, cinco anos após a sua morte, Diana Vreeland foi homenageada com uma exposição no mesmo museu Metropolitan em que trabalhou. Em 1996, foi a personagem principal de uma peça de teatro denominada Full Gallop, de Mark Hempton e Mary Louise Wilson, expressão com que ela respondia quando lhe perguntavam como estava – a todo vapor, dizia, mesmo em tempos mais adversos.
fullgallopkateudall.jpg
Cena de Full Galop com Kate Udall no papel de Vreeland em motagem de 2005

 As frases impagáveis da mãe de todas as diabas:
“Dinheiro ajuda a tomar café na cama. Estilo ajuda a descer uma escada”
“O biquíni foi a invenção mais importante do século 20, depois da bomba atômica”
“Se você não se veste bem todos os dias de sua vida, jamais estará bem vestida no sábado à noite”
“A roupa não leva a lugar nenhum. É a vida que você vive nela que leva”
“A modelo ideal não tem que ser perfeita, nem bela, mas sim impregnar de alma as roupas”

Fonte:google

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Washington Olivetto.

Quem não se lembra hein meninas!.Sempre que colocava meu "sutiã" imitava a garota do comercial!!!

"O primeiro Valisére a gente nunca esquece"

 Fonte:google

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Ralph Lauren.

Tudo começou com uma "Gravata"


http://2.bp.blogspot.com/_uY_LP88j3Yo/TC6YPUwUYZI/AAAAAAAADZE/Au7gJ_nR--4/s1600/ralph_lauren.jpg
Ralph Lauren


O que começou há quarenta anos com uma coleção de gravatas, cresceu no mundo inteiro, e redefiniu o estilo americano. Ralph Lauren sempre se destacou por criar um universo de estilo como um convite para as pessoas entrarem em seu universo.
Ralph Lifshitz nasceu em 14 outubro de 1939, no Bronx, Nova York e já percorreu um longo caminho quando dividia um quarto com dois de seus irmãos. Ele cresceu em uma família de classe média judaica e seus três irmãos mais velhos foram criados por sua mãe, enquanto seu pai pintava casas.






O estilista Ralph Lauren tornou-se ícone da moda clássica. Com linhas de produtos variadas, como o perfume Polo Ralph Lauren para o homem, Ralph Lauren para as mulheres, RL casal, Ralph Lauren Home, e até mesmo Ralph Lauren pintura traz para o público uma variada seleção de produtos de qualidade.





Lauren já mostrava seu interesse por moda desde cedo, e com seus primeiros salários trabalhando depois da escola, ele comprava ternos caros. Embora ele soubesse que poderia encontrar suas roupas a um preço mais barato, ele fez questão de manter a aparência elegante e criou um olhar sofisticado para a moda.




O estilista trabalhou então para um fabricante de empate chamado A. Rivetz & Co, o primeiro passo para o mundo da moda que vive hoje. Enquanto trabalhava na A. Rivetz & Co., Lauren começou a desenvolver projetos com gravatas, que gerou sua primeira carreira empresarial.



Uma histórinha.

Uma marca grande queria as gravatas, sugeriu que ele estreitase "por que eram largas"e que retirasse a sua marca e colocasse a marca da loja.Adivinha o que ele fez?.Recusou é claro!.Mesmo querendo vender.
Segundo ele ficou com o coração na boca,a loja era muito famosa!.Por seis meses eles ligaram insistindo,um dia resolveu...quando chegou encontrou umas gravatas na arara "Achei que tivesse sido o fim";Haviam me copiado eu não sabia o que fazer, um dos funcionários daquela loja de departamentos veio até ele e disse,"elas não são iguais a sua,sabe qual é a diferença entre a sua e da arara ao lado?". O Amor. 


 Ralph Lauren

Quando preguntado...Porque chamou a camisa de "Polo"?
Porque não dava pra ser "Basquetebol".
Ele é muito ligado a esportes,e o "Polo" representa um esporte internacional e um pouco mais sofisticado!

Ele se considera um Embaixador através de suas lojas pelo mundo.
"Não sou o presidente Obama, mas sou o assistente dele."
Que maravilha!

Quando perguntado...
Onde e quando você é mais você mesmo?
Eu sou sempre eu mesmo.
ótima resposta!

Ele disse ao patrão que queria desenhar gravatas porque tinha algo a inovar!.
A resposta do patrão foi: "Que o mundo não estava pronto para mim".Ele tomou a frase como elogio.
E quem não tomaria?.

Do que vc tem mais orgulho?
Da minha familia.

Ele dis que é consistente de visão,uma das expressões que usa em termos de roupa.
É que elas "melhoram com a idade".
Por que?
Quando as pessoas vestem algo, "especialmente o Homem"quer se sentir confortável ao comprar uma peça.
Ele cita Fred Astaire

Oprah entrevista Ralph...

Fonte:google,Oprah.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Romero Brito.

Amo esse artista "Fantastic".



Romero Brito 
homero brito 1 A Arte Pop de Homero Brito é Reconhecida Mundialmente   Confira

Carreira
 
Romero Britto é considerado um ícone da cultura pop moderna, sendo um dos mais premiados artistas de nosso tempo. O artista pop mais jovem e bem-sucedido de sua geração, Britto tem criado obras-primas que invocam o espírito de esperança e transmitem uma sensação de aconchego. Suas obras são chamadas, por colecionadores e admiradores, de “arte da cura”. Sua arte contém cores vibrantes e composições ousadas, criando graciosos temas com elementos compostos do cubismo. Admirado pela comunidade internacional, Romero tem suas pinturas e esculturas presentes nos cinco continentes e em mais de 100 galerias no mundo, fazendo parte das mais expressivas coleções, como as de Eillen Guggenheim, senador Ted Kennedy, governador Arnold Schwarzenegger, o ator David Caruso, Pelé, o tenista André Agassi, Marta Stewart, a família Safra e a família do saudoso Roberto Marinho.

Em 2005, como testemunho de seu impacto nas artes plásticas, Romero foi nomeado embaixador das artes do Estado da Flórida pelo ex-governador Jeb Bush. Concomitantemente, em 2005 e 2006, Romero Britto foi convidado a participar de uma pequena lista de artistas internacionais selecionados para a Bienal de Florença. “Arts and Exhibitions International” convidou Romero para criar uma pirâmide comemorando o retorno da exposição do tesouro de Tutankhamon a Londres, depois de 35 anos. A pirâmide de Romero é a maior instalação de arte na história do Hyde Park até hoje, com a altura equivalente a um edifício de quatro andares. Foi produzida em tributo às antigas pirâmides de Gisé, a última das sete maiores maravilhas do mundo. A pirâmide está programada para ficar permanentemente instalada no Museu da Criança no Cairo, Egito. Em 2008, Romero Britto criou uma série limitada de selos postais intitulados Esportes para a paz, que celebraram o memorável talento dos atletas para os Jogos Olímpicos de Beijing, e também expôs sua arte no famoso Museu do Louvre, em Paris. Britto acredita que “A arte é muito importante para não ser compartilhada”, e esta é uma das razões pelas quais ele criou a Fundação Romero Britto, em 2007.
 
O artista foi convidado pela terceira vez consecutiva para ser um palestrante do World Economic Forum; recebeu convite para fazer a abertura do XLI Super Bowl com o Circo de Soleil, e ainda para criar a prestigiada coleção de selos postais para a ONU, além de inúmeros outros convites. Isso evidencia que Romero Britto está presente de maneira definitiva no universo da arte com suas obras, que se encontram nas mais preciosas coleções particulares, sendo sempre requisitado pelas maiores empresas do mundo, às quais incorpora sua arte e assim traz visibilidade às marcas, tais como Absolut, Disney, Movado, Pepsi, Evian, Microsoft, XBox e Audi. Hoje Romero possui duas galerias, uma localizada em Miami Beach, na famosa Lincoln Road, e uma belíssima e moderna galeria projetada pelo arquiteto João Armentano, localizada na badalada Rua Oscar Freire, n. 562, no coração dos Jardins, em São Paulo.
 
Algumas Pinturas
São Francisco
homero A Arte Pop de Homero Brito é Reconhecida Mundialmente   Confira


homero santa catarina A Arte Pop de Homero Brito é Reconhecida Mundialmente   Confira

bentley homero gt A Arte Pop de Homero Brito é Reconhecida Mundialmente   Confira


arte homero sapatenis A Arte Pop de Homero Brito é Reconhecida Mundialmente   Confira



michael jackson homero brito A Arte Pop de Homero Brito é Reconhecida Mundialmente   Confira
Michael Jacksos

0,,21560090-EXH,00
Madona
http://3.bp.blogspot.com/_iRkpmV4yl7g/Shx6VzxF0PI/AAAAAAAAQFQ/J43B6T3pGAQ/s1600/mona+lisa+%2BRomero+Brito.jpg
Mona Lisa
Lindo!

Obras Publicas Pelo Mundo

For You Aeroporto de Belo Horizonte, Brasil; Aeroporto de Curitiba, Brasil; City of Bay Harbor, Flórida; Museu de São Paulo, Brasil; Midtown Shops, Miami, Flórida;
Dancing Boy City of Beaulieu, França; Midtown Shops, Miami, Flórida;
Azul Basel Children’s Hospital, Basel, Suíça;
Beach Ball Museum of Art & Science, Tallahassee, Flórida; Aeroporto de Salvador, Brasil; Aeroporto de Recife, Brasil; Florida House, Washington DC;
Flying Fish Basel Convention Center, Ramada In, Suíça;
Big Temptation City of Saugatuck, Michigan;
Big Apple Aeroporto JFK, New York, NY; Aeroporto La Guardia, New York, NY; Escola Robert Shriver, Maryland; Palmer Trinity School, Pinecrest, Flórida; City of Davos, Suíça;
The Good Girl Hillel Academy, Miami, Flórida;
All About Fun Mariner of the Seas, Royal Caribbean;
The Bookworm Palmetto Bay Library, Flórida
Tina the Pirate Girl Grapeland Park, Flórida
Boomfish Grapeland Park, Miami, Florida; Hotel Waldhaus, St. Moritz
Flower Pot Pinecrest Public Library, Flórida;
Squeaki Grapeland Park, Miami, Flórida;
Garden Butterfly Arts Park, Young Circle, Hollywood, Flórida; Ecole Supérieure d'Arts Plastiques de Monaco; Midtown Shops, Miami, Flórida;
Montreux Jazz Raffles le Montreux Palace Hotel, Suíça;
Dolphin Girl Fernando De Noronha Aeroporto, Brasil;
Millie the Bunny Bush Presidential Library, Washington DC;
Miami Kids Miami Children’s Museum, Miami, Florida;
Florida Girl The Falls, Palmetto Bay, Flórida;
Welcome Sheba Sheba Medical Center, Tel Aviv, Israel;
Welcome Dadeland North Plaza, Miami, Flórida;
Kendall Kids Kendall Village Shopping Center, Miami, Flórida;
Love Blossoms Miami, Flórida;
Ice Skater Miami, Flórida
Northen Star Miami Beach, Flórida

Estilo cubista

Romero Britto é conhecido como artista pop brasileiro, radicado em Miami. Suas obras caíram no gosto das celebridades por sua alegria e sua cor, tendo sido alçado para a fama ao realizar a ilustração de uma campanha publicitária para a vodca Absolut. Começou no mundo do "grafite" e hoje é o artista preferido de vários atores e atrizes hollywoodianos. Porém nunca obteve sucesso com a crítica especializada, uma vez que se trata de um artista cujo trabalho é por demais determinado pela indústria cultural, sendo impossível distinguir até que ponto seu trabalho deve ser visto como arte ou como prática de marketing. Britto pinta suas obras com o estilo cubista, representando as formas da natureza por meio de figuras geométricas.

 Site:http://www.romerobritto.com.br/

Fonte.google


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Espartilhos...

Meninas, uma peça que não pode faltar no guarda- roupa...O meu é lindo!

Os espartilhos ou corsets são com certeza um ícone de feminilidade e sensualidade, resistem durante décadas, como os “reis” da moda, e provavelmente não vão desaparecer mais. Desde o século XVIII os espartilhos famosos entre as mulheres que querem desfilar uma silhueta afinada e com um corpo modelado e nos dias de hoje são sinônimo de estilo de sobra.

Como todas as peças e tendências no mundo da moda, os espartilhos ganharam versões folgadas e modelos que agradam qualquer estilo das mulheres.
A questão é: são todas as mulheres que podem usar o espartilho? A resposta é sim, absolutamente! Seja como peça fashion ou lingerie, não há mulher que não possa tirar vantagem do espartilho.
Para não pecar na hora de vestir o espartilho, o ideal é que o espartilho esteja adequado com a situação que for usá-lo. Existem corsets que vão desde modelos para o dia e modelos clássicos. Em um evento ou festa, escolha o espartilho melhor estruturado com detalhes em renda e brilhos. Para o dia-a-dia, prefira o básico de uma única cor.

Uma boa dica é para usar os espartilhos são com calças de couro, jeans (tradicional ou branca) e sarja. Também fica bem com saias, como a saia lápis, justas ou as mais larguinhas.
Não é aconselhável usar os espartilhos durante o dia, pois eles são muito sensuais, chamando muita atenção e deixando o look muito carregado. Então a dica é usar os espartilhos mais discretos, que podem ser usados por de baixo da roupa.


http://3.bp.blogspot.com/_7kOTD7GLg-4/S9hbb-kRa1I/AAAAAAAAAWs/hmNRewAb_l0/s1600/espartilhomarilynmonroe_thumb1.jpg

Marilyn Monroe

http://1.bp.blogspot.com/_7kOTD7GLg-4/S9hbcGZOQzI/AAAAAAAAAW0/X4EMwxP15ws/s1600/espartilhosophialoren_thumb1.jpg

Sophia Loren





Olha que lindos!!!...





Fonte:google

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

"Sapatilhas"


Sapatilha mania...


A atriz Audrey Hepburn, além de ter se tornado um ícone de beleza e estilo, popularizou um calçado antes restrito as bailarinas – as sapatilhas. Após ela, muitas atrizes e celebridades a seguiram, chegando a nós mulheres, que fizemos das sapatilhas o calçado xodó para todos os momentos.
Audrey Hepburn popularizou as sapatilhas de balé da marca Capézio. Além de mostrar uma das lições que aprendeu com seu estilista preferido, Givenchy: a simplicidade é a essência de uma onda atemporal.




Diversas marcas da atualidade tem em suas coleções as sapatilhas. Uma delas é a paulistana K Dan Shoes Flat, que opta por calçados sem salto, em especial as sapatilhas e rasteiras. As sapatilhas dessa marca são fofas  e podemos encontrar desde os modelos mais básicos, aos com laçarote, frufrus, flores ou fivelas.
Destaque para os modelos da K Dan com forro estampado que são uma graça. As sapatilhas da marca são vendidas na Thelure ou através do blog da Ka Dan.




 Outra marca a investir nas sapatilhas é a carioca Atelier Ballerina que vende o calçado confeccionado à mão e super confortáveis. Uma curiosidade da marca é que eles confeccionam sob encomenda sapatilhas infantis em modelos iguais os dos adultos. Uma fofura, não?!Você pode ter a sua, pela loja física da Atelier Ballerina ou pelo site da marca.






 Após Audrey Hepburn, muitas famosas aderiram ao conforto e elegância das sapatilhas. Elas também são práticas e versáteis para nós mulheres modernas que temos mil coisas para fazer.


O look ideal para as sapatilhas são os mais variados, podendo ser usadas com vestidos, calças justas ao corpo, mais retas ou mais larguinhas e até com bermudas e shorts.
Independente de seu estilo, com certeza você encontrará uma sapatilha gostosa de calçar e que encaixe no look escolhido.
    
 

fonte:google


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Saia de cintura alta.

..Saia de cintura alta.. como usar!!










 





Não é preciso ter muitos anos para perceber que a moda é cíclica: o que é moda hoje, no ano que vem vira brega... Mas, dali uns cinco anos aquela tal roupa brega volta com tudo e faz o maior sucesso entre as mulheres! A saia de cintura alta é um exemplo disso. Neste ano, voltou com tudo, e está nas ruas, nas vitrines, e nas revistas. Então, se você tem estilo, ou se gosta de moda, leia abaixo algumas dicas para usar bem a sua saia e arrasar...

Se você for ALTA e MAGRA, a saia de cintura alta é ideal para valorizar seu corpo.
Se você é BAIXINHA, a saia de cintura alta pode ser uma boa pedida também, desde que não seja de um tecido muito amplo e volumoso. Se tiver um corte mais reto, ela alonga a silhueta.
As BAIXINHAS, devem sempre usar as saias de cintura alta com saltos bem altos para o corpo ficar mais alongado.
Se você for GORDINHA, cuidado com modelos curtos e muito grudados ao corpo. Use modelos mais simples, sem muitos detalhes. E aproveite que a saia alta esconde a barriguinha!
Para as altas, sapatilhas e peep toes são o calçado ideal para combinar com a saia de cintura alta.

Rasteirinhas nos pés ficam bons apenas quando usados com saias de tecidos mais simples, florais e com um ar mais “caseiro”.
Use as saias de cintura alta sempre com as blusas e camisetas por dentro da saia.
Use as saias com blusas simples, quando quiser fazer um look mais casual e estiloso. Aquelas blusinhas “podrinhas” de malha são a pedida ideal.
Brinque com o estilo mais despojado de uma blusinha de malha, com o estilo formal da saia de cintura alta.

Se quiser um look mais arrumadinho, invista em blusas de manguinha, ou sociais, usadas por dentro da saia.



Agora é só usar e arrasar!!!
 

Katty Perry



















Fonte:google


















 


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS